Cleiton Fiuza

Início » Não Categorizado » Falando sobre Jesus Cristo em nossas Universidades

Falando sobre Jesus Cristo em nossas Universidades

Indique o seu endereço de email para subscrever esta página e receber notificações de novos posts por email.

À medida que sua igreja inicia um ministério em um campus da região, o evangelismo é o que vai diferenciá-lo. Isso fará a diferença entre um ministérios que apenas se mantém e um ministério em crescimento como vemos no livro de Atos.

Seria tentador construir um ministério que pudesse ser formado apenas pela reunião de cristãos. Mesma que a comunhão seja vital, ela não representa tudo o que Jesus veio fazer: alcançar e salvar os perdidos (Lucas 19:10).

As igrejas crescem através de um ou de todos os seguintes passos: crescimento por transferência, crescimento biológico e crescimento através de conversões. Enquanto os três são importantes e válidos, o terceiro é o que menos ocorre.

A boa notícia é que a maioria das pessoas que se convertem, tomam essa decisão antes de completarem 22 anos. Os estudantes universitários estão bem no meio desse tempo de decisão, e muitas crenças diferentes competem por sua lealdade. Nesta etapa de vida deles, precisamos fazer Jesus Cristo uma opção para eles.

Capacitar e motivar estudantes cristãos a realizarem um evangelismo que seja ao mesmo tempo natural e eficiente é uma tarefa realmente possível. As chaves para isso são a dependência do Espírito Santo, treinamento e a seleção do melhor método de abordagem. Combine todos esses fatores e o evangelismo poderá ser empolgante e frutífero.

Conforme você elabora planos para alcançar os perdidos, preste atenção nesses quatro princípios encontrados em Colossenses 4:2-6

Dediquem-se à oração, estejam alerta e sejam agradecidos. Ao mesmo tempo, orem também por nós, para que Deus abra uma porta para a nossa mensagem, a fim de que possamos proclamar o mistério de Cristo, pelo qual estou preso. Orem para que eu possa manifestá-lo abertamente, como me cumpre fazê-lo. Sejam sábios no procedimento para com os de fora; aproveitem ao máximo todas as oportunidades. O seu falar seja sempre agradável e temperado com sal, para que saibam como responder a cada um.

ORAÇÃO

Somente Deus pode mudar o coração humano. Nós devemos orar para que o Espírito Santo convença as pessoas de sua necessidade por Cristo (João 16:7-11).

Apenas Deus pode abrir portas. As portas podem parecer fechadas na universidade, mas Deus pode abri-las. Em 1985, os crentes da antiga União Soviética desafiaram os cristãos ao redor do mundo a orarem por aquela nação cativa. Deus se manifestou de maneiras poderosas e hoje o evangelho está se espalhando por toda aquela parte do mundo.

Somente Deus pode nos dar coragem. Muitos de nós tornamos nossos lábios como os rios congelados do Ártico quando se trata de compartilhar nossa fé. Em Atos 4:29 os crentes que estavam sendo perseguidos oraram pedindo coragem, e Deus os encheu com o Espírito Santo.

Procure por pessoas que tenham o coração voltado para os estudantes e que orem pela universidade. Encoraje estudantes a orarem especificamente por cada um de seus amigos e colegas descrentes. Ore por criatividade para poder levar o evangelho aos que precisam de Cristo.

PROCLAMAÇÃO

Evangelizar no novo testamento incluía a ampla proclamação da mensagem de Cristo. Jesus e Paulo procuravam freqüentemente expor mais pessoas ao evangelho (Marcos 1:38, Romanos 15:17-21).

Os estudantes são bombardeados diariamente com mensagens com um ponto de vista secular. Devemos aproveitar cada oportunidade apropriada para comunicar o ponto de vista Cristão (1 Coríntios 9:22, 1 Coríntios 10:3-5).

Desenvolva um plano que exponha a universidade à mensagem de Cristo e a perspectiva  cristã. Considere estratégias como pesquisas entre calouros (ver recursos adicionais), usando propaganda no campus, eventos e festas ou outras idéias mencionadas na seção anterior.

PRESENÇA

Paulo aconselhou seus amigos Colossenses a se comportarem com sabedoria entre os de fora. Ele sabia que eles poderiam ter um contato freqüente com os perdidos.

Muitos cristãos de hoje se isolam dos descrentes. Eles não influenciam aqueles que mais necessitam de sua influência. Jesus não se isolou dos perdidos, ou investiu Seu tempo exclusivamente com aqueles que O amavam ou O aceitavam. Ele se misturava, falando com cobradores de impostos e outros pecadores.

Estudantes cristãos e universitários possuem uma plataforma singular para o ministério porque eles fazem parte do campus. Freqüentemente, estudantes são desafiados a trazer um amigo a um evento evangelístico ou a uma interação em grupos sobre a fé cristã.  Estudantes que se relacionam com descrentes terão mais facilidade para encorajar outros a participarem de atividades evangelísticas.

Encoraje estudantes cristãos a desenvolverem atividades comuns com os estudantes descrentes no campus. Isso pode ocorrer na sala de aula, atividades extra classe, grupos afins (atletas, teatro, etc.) ou simplesmente fazendo novos amigos. Cada cristão pode formar uma rede de contatos de descrentes, os quais podem estar se encontrando com o autêntico cristianismo pela primeira vez.

PERSUASÃO

O encorajamento de Paulo aos Colossenses, que se aplica a nós também, é que temos que nos preparar para compartilhar nossa fé verbalmente de uma forma clara e graciosa. Nosso discurso deve ser temperado com sal. Dentre todas as pessoas, os cristãos deveriam ser as pessoas mais divertidas e cativantes.

Não é que tenhamos o poder de persuadir e fazer com que as pessoas se tornem cristãs. Apenas o Espírito Santo pode fazer isso, embora Deus tenha escolhido usar nossas palavras para comunicar Sua mensagem de amor e perdão. E como Paulo deixa claro, nós devemos usar nossas palavras sabiamente a fim de comunicar claramente a mensagem de Deus para o mundo perdido.

Os estudantes em seu ministério sabem como explicar o conteúdo do evangelho a uma pessoa que tenha expressado interesse? Muitos não têm confiança porque não sabem como compartilhar sua fé de uma forma simples e clara. Certifique-se de que os cristãos em seu ministério têm a habilidade de contar seu testemunho pessoal ou explicar em linhas gerais o evangelho.

©2000 Campus Crusade for Christ, Inc. Permissão autorizada para reproduzir para uso pessoal e ministerial, com a condição de que está linha de créditos seja incluída e o conteúdo seja mantido.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: